top of page

Um 2019 de oportunidades!

Iniciando o mês de janeiro e o novo ano de 2019, gostaríamos de falar de recomeço, novos impulsos, perseverança e foco. São indicações muito importantes para a nossa missão, para a nossa vida!

Com humildade precisamos saber que “o recomeço” deveria nos recordar que na origem de todas as coisas existe um Outro. As coisas não iniciam conosco. Um Outro dispõe todas as coisas. De certo modo, nós entramos em uma corrida que já teve “a largada”. Por isso, é importante tomar consciência que se recomeça, se parte daquilo que já temos.

Como na metáfora do bom cozinheiro: não é aquele que cumpre bem as receitas de um prato delicioso, mas antes aquele que abre a geladeira e com o que tem ali disponível prepara um delicioso prato e alegra o coração e o estômago de muitos. Então, neste princípio de ano, o que você tem? Qual a tua disponibilidade de tempo, de energia, de boa vontade, de amor, de carinho, de criatividade, de otimismo? Para fazer crescer a obra de Deus na tua vida, na tua família, na tua comunidade paroquial?

Muitas vezes os nossos problemas e crises nascem justamente porque passa a coexistir no nosso universo dois criadores: Deus Pai e o nosso EGO, um cria a realidade e o outro, a pretende criar. O que não deveria acontecer. Se prestarmos bastante atenção, a maioria dos nossos erros nasce de não levar em consideração isso. Ou seja, não se tem respeito pelas coisas como são. Não se trabalha com o que tem. Não se tem os pés plantados na realidade. Não sabemos equilibrar a balança entre o ideal e o real.

Esta intuição de que um Outro se antecipa a mim e que tenho uma realidade diante de mim, que é diferente daquela que muitas vezes eu sonhei, me ajuda a caminhar com equilíbrio e ser uma pessoa capaz de re-começar. É uma espécie de “trauma” benéfico que me ajuda a recomeçar ou começar: obedecer às coisas como elas se apresentam. Estou onde estou. Eu combinei aquilo que combinei. Aconteceu aquilo que aconteceu. O reinício é sempre daqui de onde estou. E identifico as inimigas mais perigosas: as minhas pretensões, minhas expectativas.

De onde partir? Da rejeição ou da aceitação? Se alguma coisa fora modificada é porque algo mudou dentro. A melhor coisa é sempre des-absolutizar a minha visão das coisas e as minhas posturas. Existe algo que me ultrapassa e que é maior que minha impotência. Existe acima de mim, o Pai que é Criador. São dois os caminhos: abrir-se a Ele ou esclerosar-se na amargura, na falta de coragem.

Por isso temos 365 dias pela frente! Oportunidades! 365 oportunidades de crescimento, de amadurecimento, de espalhar a bondade e crescer no conhecimento de Jesus Cristo e ser um ser humano melhor, mais parecido com o Deus Criador de todas as coisas.

Feliz Ano do Senhor de 2019!

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Meditações para o 2 de Novembro

<p>A comemoração dos mortos teve origem na França, no início do século X. No convento de Cluny vivia um santo monge, o Abade Odilão, que ...

Ora et labora no mundo

<p>A Regra de São Bento, do Capítulo VIII ao Capítulo XX, fala de como a oração dos monges deve ser organizada.&nbsp; Como monges que viv...

Padres do Deserto, medo e nosso tempo

<p>O medo é uma fraqueza que toca a cada um aleatoriamente? É algo diante do qual nada há de se fazer? É possível viver a vida como homen...

Comments


bottom of page